Sindserv Mauá reúne merendeiras para lutar contra o descaso e sobrecarga de trabalho

As merendeiras que atuam na rede municipal de ensino se reuniram, na quarta-feira (1), na sede do Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá, para apresentar demandas da categoria. O principal problema é a sobrecarga de trabalho em função do baixo número de servidores ativos. Após deliberações, as trabalhadoras elegeram uma comissão e uma pauta de reivindicações.

20171101-reuniao-merendeiras-sindserv-maua-foto-por-lucas-miranda-008 - 793x1410

As merendeiras elegeram uma comissão junto ao Sindicato para acompanhar e auxiliar na busca por conquistas ao seguimento. Foto: Lucas Miranda/Sindserv Mauá

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, as merendeiras devem se unir e buscar possíveis caminhos em parceria com o Sindicato. “A luta das companheiras é justíssima e tem nosso apoio irrestrito, vamos pedir uma reunião com a Administração e cobrar respostas a essas justas reivindicações”, pontuou. “Já enviamos ofício com alguns questionamentos e não houve retorno, então vamos insistir”, avisou.

No encontro, as servidoras apontaram as demandas e elegeram uma comissão com três membros, que poderá ser ampliada, quando necessário.

O Sindicato vai se reunir com as Secretarias de Educação e Segurança Alimentar para descobrir a qual pasta as merendeiras estão submetidas e encaminhar as reivindicações.

1711061420440001

Em outubro, o Sindicato enviou ofício à Prefeitura para apurar as dúvidas da categoria. Não houve resposta.

20171101-reuniao-merendeiras-sindserv-maua-foto-por-lucas-miranda-005

O grupo procurou o Sindicato para dar início aos trabalho, mas todas as merendeiras serão convidadas às próximas reuniões do grupo. (Foto: Lucas Miranda/Sindserv Mauá)

Reivindicações

As merendeiras afirmam sofrer com a sobrecarga de trabalho em função dos afastamentos médicos e colegas que são readaptados sem que haja as devidas substituições no quadro.

Segunda a última Escala de Vencimentos divulgada pela Prefeitura de Mauá, há 173 merendeiras, entre ativas, afastadas e readaptadas, para 42 escolas municipais. Destas, apenas as ativas atuam na função. Servidoras com problemas de saúde em razão do desgaste gerado pela sobrecarga ficam impossibilitadas de continuar na execução das tarefas e são afastadas para tratamento médico ou readaptadas em outras funções.

Outras demandas e questionamentos foram pontuados, como a função de “volante” (sem local de trabalho fixo), um possível desvio funcional e a participação no recesso escolar.

2 comentários sobre “Sindserv Mauá reúne merendeiras para lutar contra o descaso e sobrecarga de trabalho

  1. Pingback: Sindserv Mauá se reúne com Educação e Segurança Alimentar por merendeiras | SINDSERV MAUÁ - Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos de Mauá

  2. Pingback: Sindserv de Mauá apresenta reivindicações de merendeiras ao governo | SINDSERV MAUÁ - Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos de Mauá

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.