Sindserv de Mauá consulta Segurança Alimentar por recesso escolar a merendeiras

Em continuidade das tratativas junto à Administração para tentar garantir o compromisso de estender o recesso escolar às merendeiras da Rede Municipal de Ensino, o Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá procurou a Secretaria de Segurança Alimentar, nesta terça-feira (19), para verificar se há qualquer oposição à medida. Cabe agora à Secretaria de Educação avaliar se mantém o compromisso do governo municipal em manter a concessão.

20180619-reuniao-sindserv-com-seguranca-alimentar-foto-por-lucas-miranda-001 - 1058x1411

Secretaria de Segurança Alimentar ressaltou que não há risco de desabastecimento de merenda nas escolas municipais, caso se conceda recesso escolar para merendeiras. (Foto: Sindserv/Lucas Miranda)

Segundo o secretário de Segurança Alimentar, Claudio Donizetti, o abastecimento das unidades escolares seguirá o calendário escolar estabelecido no início do ano. “Não haverá desabastecimento de merenda nas escolas, porque seguiremos o cronograma estabelecido por meio do calendário escolar”, explicou. “A decisão cabe à Educação, que é a responsável pelas merendeiras, e qualquer mudança só precisa ser comunicada oficialmente”, concluiu.

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, ficou claro que não haverá prejuízo ao abastecimento de merenda nas escolas municipais ao conceder o recesso escolar às merendeiras. “Nenhum aluno ficará sem merenda por estender o recesso escolar às merendeiras, já que pode haver revezamento para que mantenham as 13 escolas-polo  que permanecerão abertas”, avaliou. “Agora precisamos contar com a sensibilidade da secretária para conquistar esse justo descanso às trabalhadoras”, argumentou.

O recesso escolar é uma pausa nas atividades escolares para descanso e recuperação dos alunos, professores e auxiliares de desenvolvimento infantil. “Como parte integrante do processo pedagógico, as merendeiras devem fazer jus a esse direito”, defendeu Lobo.

Decisão

Na última sexta-feira (15), diretores do Sindserv se reuniram com a secretária de Educação, Denise Debartolo, para apurar informação sobre restrição da concessão de recesso às merendeiras e auxiliares de desenvolvimento infantil (ADI).

A Educação estuda a possibilidade de estender o recesso escolar às merendeiras e informou que consultaria a Segurança Alimentar antes de tomar uma decisão. O Sindicato se antecipou ao também consultar a pasta.

Merendeiras

20171101-reuniao-merendeiras-sindserv-maua-foto-por-lucas-miranda-006 - 793x1410Em novembro do ano passado, as merendeiras acionaram o Sindicato para solucionar problemas de baixo efetivo que ocasionam problemas de saúde devido a sobrecarga de trabalho. Além de acabar ou regulamentar com a função de merendeira-volante (que não tem escola definida) e pleitear direito ao recesso escolar.

20171130-reuniao-apresentacao-merendeiras-no-governo-foto-por-lucas-miranda-003_610x814O Sindicato conduzia as tratativas junto à Secretaria de Educação e ao governo municipal para avançar na resolução dessas demandas e elaborar um projeto de lei para garantir as eventuais conquistas, mas as negociações tiveram que ser interrompidas em função das consequências da operação “Prato Feito”, da Polícia Federal, no município.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.