Mauá oferece 3,68% de reajuste para servidores públicos, mas Sindicato quer mais

Após oferta final da Prefeitura de Mauá para reajustar os salários dos servidores em 3,68%, o Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) protocolou uma nova proposta para tentar arredondar o percentual para 4%. O documento, entregue nesta segunda-feira (14), na Secretaria de Administração, reivindica ainda a ampliação do auxílio alimentação para todos os servidores. Atualmente, apenas quem recebe até três vezes o valor do piso tem direito.

Em reunião, realizada na última sexta-feira (11), o governo municipal apresentou como proposta final o reajuste de 1%, a correção da inflação (2,68%, IPCA Março/18) e aumento no auxílio alimentação de R$ 340 para R$ 370 para todos os servidores. No piso da categoria, essa proposta representa R$ 69,90, composto pelos vencimentos e benefícios.

20180511-reuniao-campanha-salarial-sindserv-foto-por-lucas-miranda-005 - 804x1072

Representantes da Administração apresentaram contraproposta de reajuste salarial dos servidores: 3,68%. Sindicato pede 4%. (Foto: Sindserv Mauá)

Diante de um empasse, o Sindicato encaminhou um pedido de revisão da proposta, que passaria a ser 4%, composta por aumento real de 1,32% e correção da inflação (2,68%). O auxílio alimentação divido em duas faixas: R$ 410 para quem recebe até três vezes o piso da categoria e R$ 200 para quem recebe vencimentos acima desse valor. Para quem recebe o piso, que passaria a ser de R$ 1.525,15, o reajuste salarial e do benefício representaria R$ 128,66.

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, a proposta da administração não reflete, mais uma vez, a valorização que os trabalhadores desejam. “Essa proposta está muito longe da valorização que temos reivindicado, a negociação deste ano tem sido difícil e bastante conturbada”, pontuou. “Mesmo que não seja a contraproposta que esperávamos, queremos uma melhora antes de apresenta-la aos trabalhadores”, acrescentou.

A entidade solicitou uma reunião para fechar a proposta antes de agendar a assembleia geral dos trabalhadores.

Alimentação

1064927-edit_04212-tania-rego-agencia-brasilO grande ponto positivo da campanha salarial deste ano é a conquista de uma reivindicação antiga do Sindicato: estender o auxílio alimentação para todos os servidores.

Criado em 2002 para auxiliar no custeio de refeições, o auxílio-alimentação começou com valor de R$ 2,20 por dia, que representava R$  44,00 mensais. Atualmente o valor está em R$ 340, aumento de mais de 750% em relação à época.

Contexto

No Grande ABC, as prefeituras adotaram posturas economicamente austeras. Em São Bernardo do Campo, o reajuste foi sancionado em 2,9%. Em Diadema, o prefeito ofereceu 7,5% (4,5% de 2017 e 3% deste ano). Santo André ofereceu apenas a correção da inflação de 2,68%.

OFICIO-SINDSERV-CAMPSALARIAL-PART1OFICIO-SINDSERV-CAMPSALARIAL-PART2

2 comentários sobre “Mauá oferece 3,68% de reajuste para servidores públicos, mas Sindicato quer mais

  1. Não considero uma conquista estender o auxílio alimentação para todos os servidores, porém, com valores diferenciados. O auxílio alimentação é um beneficio que deve ser para todos os servidores e no mesmo valor. Da mesma maneira que o sindicato lutou pela revogação do decreto que incorporava o bônus de forma proporcional conforme a carga horária trabalhada, o auxílio alimentação não pode ser relacionado com proporção ao salário. O benefício é de todos!

    Curtir

  2. Pingback: Servidores públicos de Mauá buscam apoio político por reajuste salarial | SINDSERV MAUÁ - Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos de Mauá

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.