Sindserv de Mauá exige reunião para debater reajuste salarial

Em resposta por via telefônica a um ofício enviado pelo Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá e protocolado hoje (10), a Administração municipal agendou para amanhã (11) uma reunião para discutir a negociação do reajuste salarial da categoria. Há 40 dias, a entidade sindical apresentou a pauta de reivindicações e aguarda uma contraproposta.

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, não pode haver protelação excessiva. “Demos um tempo mais que suficiente para o governo [municipal] analisar nossa proposta, queremos ouvir a contraproposta para levar ao conhecimento dos trabalhadores e deliberar coletivamente”, argumentou.

Os servidores pedem um aumento real de 10%, abono mensal de R$ 450 para quem recebe vencimentos até quatro vezes o piso da categoria, recuperação das perdas da inflação (2,68% em 12 meses, segundo IPCA de março) para quem recebe vencimentos mais altos e aumento do auxílio alimentação para R$ 450.

Após essa rodada de negociação os dirigentes sindicais devem deliberar se rejeitam de prontidão ou se encaminham a contraproposta para a categoria. “O que precisa ficar claro na mente dos trabalhadores é que nenhuma decisão será tomada sem passar pela assembleia geral que vamos convocar”, garantiu Lobo.

Pesquisa

A pauta da campanha salarial deste ano foi elaborada com base em pesquisa de opinião junto aos trabalhadores da Prefeitura e autarquias. Os participantes apontaram as prioridades da categoria:

ARTE_PESQUISA - 850x505


OFICIO_reuniao-campanha-salarial

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.