Professores, auxiliares e merendeiras sem férias de Mauá permanecem em home office

Após solicitação do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos (Sindserv) de Mauá e a manutenção da suspensão das aulas presenciais na rede de ensino municipal, estadual e privada, decretada nesta terça-feira (5) pelo prefeito Marcelo Oliveira, os professores contratados por tempo determinado e docentes, auxiliares e merendeiras efetivos que não gozam de férias em janeiro retornarão ao regime especial de atividades remotas. A medida visa proteger os educadores diante do agravamento nos índices da pandemia.

Em dezembro, os professores contratados por prazo determinado e servidores efetivos que não estão em férias foram convocados para retornar às atividades presenciais a partir do dia 4 de janeiro, apesar das atividades escolares presenciais estarem suspensas e as autoridades sanitárias não terem definido um cronograma de vacinação contra a Covid-19.

A correção dessa injustiça foi possível após o secretário de Educação, professor José Luiz Cassimiro, receber a diretoria do Sindicato, ouvir e analisar com critérios técnicos. Além disso, o profeito Marcelo Oliveira contribuiu com a preservação da vida e da saúde dos educadores e dos alunos ao decretar a manutenção da suspensão das atividades escolares presenciais.

O novo secretário de Educação, professor José Luiz Cassimiro, recebeu na última segunda-feira (4) a diretoria do Sindserv para ouvir a demanda dos educadores. (Foto: Sindserv)
Publicação na intranet da Secretaria de Educação (Portal Seduc).

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.