Sindicato insiste e Prefeitura suspende atendimento presencial em todas as repartições públicas

Após reivindicação do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos (Sindserv), por meio de ofício protocolado no último dia 20/03, a Prefeitura de Mauá determinou, nesta terça-feira (24), a suspensão do atendimento presencial em todas as repartições públicas. Os trabalhadores da administração direta e indireta poderão atuar em suas residencias (home office) ou em sistema de rodízio. Os serviços essenciais permanecerão em atividade.

Segundo o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, a medida é necessária. “Solicitamos a suspensão imediata dos serviços não-essenciais para preservar tanto a população quanto os servidores e funcionários públicos”, pontuou. “O ideal era dispensar todos os servidores, mas da maneira como está os servidores podem trabalhar de modo a preservar sua saúde e de sua família”, acrescentou.

O Decreto Municipal nº 8.677, de 24 de março de 2020, determina a suspensão do atendimento presencial em todas as repartições públicas, com exceção do Hospital Dr. Radamés Nardini, das Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s), dos postos de saúde e das Secretarias de Segurança Pública e Promoção Social.

Os almoxarifados deverão funcionar todos os dias para suprir as necessidades da Secretaria de Saúde, Segurança Pública e Promoção Social no combate à disseminação do Novo Coronavírus (Covid-19).

Oficio-Sindserv-37_2020---solicita-suspensao-dos-servicos-nao-essenciais-(2)Oficio-Sindserv-37_2020---solicita-suspensao-dos-servicos-nao-essenciais-(1)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.