Reivindicação de servidores e vereadores é atendida e Prefeitura recua de alterar pagamento de auxílio-transporte

Após diversas ações do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos (Sindserv) de Mauá, dos trabalhadores que participaram e promoveram outras iniciativas e de um documento assinado por todos os vereadores, a Prefeitura desistiu de alterar a forma de pagamento do auxílio transporte. O anúncio foi dado pelo prefeito Atila Jacomussi, nesta terça-feira (18), no Centro de Formação de Professores Governador Miguel Arraes.

Com a presença de cerca de 200 servidores públicos de diversas secretarias, os vereadores entregaram ao prefeito um documento em que pedem a retirada do projeto.

20200218_anuncio-retirada-do-projeto-vt_foto-por-lucas-miranda_001 - 1008x756

O prefeito Atila Jacomussi acolheu ao pedido dos vereadores e anunciou a retira da projeto de lei que visa alterar o formato do auxílio-transporte dos servidores. (Foto: Lucas Miranda/Sindserv)

Segundo o prefeito, em atendimento às reivindicações de servidor e vereadores, o projeto será retirado e as ocorrências de desvio de finalidade no uso do benefício serão apuradas. “Se existe dúvida, nós temos que apurar servidor por servidor, o que nós não podemos aqui é simplesmente por [causa de] alguns que estão cometendo algum deslize punir todos”, pontuou. “Então foi feito um pedido dos 23 vereadores para que a gente retirasse esse projeto do VT  e eu venho anunciar aqui a retirada do projeto e que vamos apurar sim aqueles que possivelmente possam estar  [cometendo] desvio de finalidade, esses sim tem que ser punido e não todos os servidores”, concluiu.

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, a retirada do projeto é uma vitória para os servidores. “Assim que tomamos conhecimento desse nefasto projeto, solicitamos imediatamente a interrupção da tramitação na Câmara e os vereadores nos atenderam, desde então reivindicamos junto ao governo a retirada desse projeto”, contou. “Temos que agradecer aos vereadores que assinaram um documento para a retirada desse projeto que nunca deveria ter ido para a Câmara sem antes conversar com os trabalhadores”, ponderou.

Além do prefeito e dos servidores, estavam presentes os vereadores Admir Jacomussi, Vladimilson Garcia, o Bodinho, Joelson Alves dos Santos, o Jotão, e Samuel Ferreira dos Santos, o Samuel Enfermeiro e os secretários de Governo, Paulo Sergio Pereira, o Paulinho, e Educação, Wagner Cipriano.

87053968_2747872375293580_466481822562254848_o

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.