Sindserv sensibiliza prefeito e conquista melhora na contraproposta

Em reunião com diretores do Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá, nesta quinta-feira (4), no Paço municipal, o prefeito Atila Jacomussi reconsiderou sua contraproposta e decidiu que os itens negociados na campanha salarial sejam pagos a partir de abril, retroativamente. Os trabalhadores se reunirão em assembleia nesta sexta-feira (5) para deliberar sobre o assunto.

20170504_reuniao_com_prefeito_atila_campanha_salarial_foto_por_lucas_miranda_013 - 644x1142

O prefeito propôs abono mensal de R$ 150, a partir de abril, aumento do auxílio alimentação para R$ 340, além da mudança para o formato mensal.

Para o presidente do Sindserv, Jesomar Alves Lobo, a contraproposta ficou aquém da reivindicação dos trabalhadores. “Sabemos que a contraproposta apresentada está abaixo das necessidades da nossa categoria, mas o prefeito Atila comprometeu-se em trabalhar avanços para os servidores nos próximos anos de mandato”, pontuou.

Nos últimos anos, o Sindserv tem conquistado a reposição da inflação. Este ano, por meio da proposta de abono, o sindicato obtém a revisão inflacionária e aumento real nos vencimentos do piso da categoria.

Abono

No Grande ABC, Mauá é a primeira cidade a receber proposta de aumento real nos vencimentos. Se aplicado ao piso da categoria (R$ 1.391,12), o abono vai representar a reposição da inflação (IPCA), que nos últimos 12 meses registrou índice de 4,57%, e mais 6% de aumento real.

Inflação

Se fosse mantida a política de gestões anteriores pela correção da inflação, apenas os servidores e funcionários que recebem salário superior a R$ 3.290,00 receberiam mais de R$ 150 de reajuste, sem considerar os descontos.

Benefício

Ainda de acordo com a contraproposta do prefeito, o reajuste do auxílio alimentação terá aumento de 21,4%, que será divido em duas etapas: neste momento o valor saltará de R$ 14 para R$ 17 por dia. Posteriormente haverá mudanças na legislação para alterar o formato e, assim, permitir o pagamento de R$ 340 mensalmente. Para ter direito, o servidor deve ter salário inferior a três vezes o valor do piso, quantia que corresponde a R$ 4.173,36.

Decisão

O Sindserv convocou os servidores e funcionários públicos para uma assembleia geral para decidir sobre a aprovação da contraproposta do prefeito. O encontro está agendado para esta sexta-feira (5), às 18h, na sede do Sindicato, à rua Santos Dumont, 507, Vila Bocaina.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.