Campanha Salarial 2017: Reunião da comissão de negociação termina sem avanços

Terminou sem avanços a reunião, nesta segunda-feira (10), da comissão permanente de negociação, que reúne, no Paço Municipal, o Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá e os principais secretários da gestão municipal. O governo ainda não concluiu os estudos de impacto financeiro para apresentar sua contraproposta e adiou o desfecho da Campanha Salarial 2017.

Os itens da pauta econômica têm como data-base o mês de abril, mas caso o desfecho extrapole o prazo, a diferença dos valores negociados será paga retroativamente. “O governo pediu mais prazo para apresentar sua contraproposta, esse atraso é preocupante porque demonstra certa animosidade, a categoria espera ser valorizada”, pontuou Jesomar Alves Lobo, presidente do Sindserv.

O Sindserv pediu o pagamento de abono mensal no valor de R$ 400,00 a ser incorporado ao salário até o fim de 2018, aumento do auxílio alimentação para R$ 400,00 e transformação desse benefício para um formato mensal.

A comissão permanente de negociação foi instituída pelo Decreto nº 8.268, de 16/03/2017, para manter instância constante de diálogo entre Prefeitura de Mauá e Sindserv, com competência para discutir assuntos inerentes a recursos humanos, acordos coletivos e propor novas condições e soluções para resolver conflitos individuais e coletivos constatados nas relações de trabalho.

A próxima reunião da comissão permanente de negociação está agendada para o dia 19 de abril.

20170410_reuniao_campanha_salarial_foto_por_marcelo_pereira_orfao_001

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.