Outubro Rosa: Sindserv adere à campanha pela prevenção ao câncer de mama

O Sindicato dos Servidores Públicos (Sindserv) de Mauá aderiu, neste mês, à campanha de conscientização das mulheres pela prevenção ao câncer de mama. O objetivo é alertar sobre a importância do autoexame para detectar precocemente a doença. A entidade vai utilizar a logomarca rosa durante todo o mês.

Segundo a secretária de Mulheres do Sindserv, Deyse Kelly Copcescki, a ação visa chamar a atenção das funcionárias e servidoras públicas da Prefeitura de Mauá, Câmara Municipal e autarquias. “O objetivo da ação é conscientizar as sócias da entidade sobre a importância do autoexame e da prevenção ao câncer de mama por meio do diagnóstico precoce”, explicou. “Acredito que é uma excelente oportunidade para que todos os servidores participem dessa campanha”, convidou.

sindservmaua-logo-mulher2

Sindserv vai utilizar essa logomarca neste mês de outubro

Câncer de Mama

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido enquanto outros são mais lentos.

Para o Brasil, em 2016, são esperados 57.960 casos novos de câncer de mama. Tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, o câncer de mama responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres das Regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

Existe tratamento para câncer de mama, e o Ministério da Saúde oferece atendimento por meio do Sistema Único de Saúde, o SUS.

Outubro Rosa

Na década de 1990, nasce o movimento conhecido como Outubro Rosa, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.